segunda-feira, 18 de abril de 2011

Retalhos



— Tenho medo de que um você acorde um dia e veja como sou: cheio de defeitos, imperfeições. Que não sou nada disso ai que você diz lindamente que eu sou. Sou apenas mais um maluco desse mundo.

— Deixa eu falar uma coisa: Eu não tenho esse medo, não compartilho desse temor. Você é o que eu vejo, com ou sem defeitos. Você é o que eu escolhi. Você é meu, já disse.

Boa semana pra todos.

Um comentário:

Cecília disse...

AMEI,BEM DIRETO!